Impotência masculina tem cura

Embora seja algo extremamente incomodo, a impotência sexual é um problema até bastante comum com homens do mundo inteiro, atingindo até 50% dos homens com mais de 45 anos de idade.

O que acontece é que a maioria dos homens atingidos por esse problema, acaba levando até 4 anos para buscar ajuda médica, simplesmente pelo fato de terem vergonha do assunto.

Isso pode ser um verdadeiro problema, levando o quadro a se agravar cada vez mais visto que o diagnóstico precoce é que o que melhora as chances de cura!

Portanto, o que acabou de ser dito é que sim, a impotência sexual masculina tem cura.

No entanto, para que isso aconteça, é primeira coisa que precisa ser feita é procurar um médico urologista para fazer uma avaliação adequada do problema e, principalmente, identificar suas causas.

Somente assim é que o médico poderá determinar também qual é o melhor tratamento a ser instituído.

Dentre as terapias mais utilizadas no tratamento da impotência, estão o uso de medicamentos, injeções, terapia, uso de aparelhos, mas o que mais está sendo usado para tratar a impotência são os suplementos naturais como o tittanus que ajuda melhorar a ereção de forma 100% natural e eficaz.

Em último caso, o problema da impotência masculina pode ser tratado com cirurgia para o implante de uma prótese peniana, se for necessário.

O mais importante de tudo é que o mais importante é sempre a manutenção da saúde e da qualidade de vida do paciente, para que seja possível até mesmo evitar o desenvolvimento da impotência.

Isso inclui não fumar, não usar drogas, evitar o consumo excessivo de álcool e claro, ter uma vida saudável.

Outros tratamentos para a cura da impotência masculina

Além dos cuidados que são essenciais para cuidar da saúde e evitar a impotência sexual, existem mais alguns tratamentos que podem ser utilizados, como a seguir, veja:

  • Tratamento psicológico: em grande parte das vezes, a impotência sexual é casada por fatores psicológicos mesmo, tais como ansiedade, depressão e outros.
  • Medicamentos: pode ser realizada a reposição de hormônios ou também podem ser utilizados remédios como o Viagra.
  • Alimentação: uma boa alimentação é essencial para que o organismo funcione adequadamente. Alguns alimentos como a cebola, o alho e o orégano podem ter propriedades especialmente benéficas para as funções sexuais masculinas.
  • Injeção peniana: existem medicamentos, como as injeções, que são aplicados diretamente no pênis logo antes do contato íntimo.
  • Cirurgia: em últimos casos, pode ser recomendada a realização de uma cirurgia de implante de prótese peniana.

Pronto, agora você já sabe que a impotência masculina tem cura e já sabe como cuidar do problema!

Veja mais dicas para impotência no vídeo abaixo:

Como fazer uma máscara facial em casa

Certos cuidados femininos fazem tão bem para o corpo quanto para a alma, não é mesmo?

Fazer uma boa máscara facial é um gesto de carinho consigo, de cuidado com o próprio corpo e pode ser excelente para aquele dia de spa em casa.

O melhor de tudo é que não é preciso um grande investimento em produtos caros, visto que é possível fazer máscaras faciais com ingredientes poderosos que faz parte do nosso dia a dia.

Então se você é uma daquelas pessoas que vive pesquisando coisas como colageno hidrolisado melhor marca e semelhantes, saiba que não é preciso, aqui selecionamos produtos que realmente fazem a diferença e não são caros.

Cada um dos ingredientes traz um efeito para a pele. Então, veja as opções a seguir e escolha a melhor para você:

  • Máscara facial esfoliante

Para ter uma pele lisinha e livre de impurezas, triture ou liquidifique meia xícara de aveia.

Depois, acrescente duas colheres de sopa de leite, meia colher de sopa de mel, duas gotinhas de óleo de gerânio e mais duas gotinhas de óleo de camomila.

Aplique a mistura na pele fazendo movimentos circulares com as pontas dos dedos. Deixe agir por cerca de 15 minutos e depois enxague usando água morna.

  • Máscara facial de mel

Esmague duas amêndoas até que virem pó, adicione uma colher de sopa de mel e misture bem. Depois, acrescente mais uma colher de sopa de suco de limão, misture e aplique no rosto, também com movimentos circulares.

Deixe agindo por 15 minutos no rosto e enxague muito bem, lembrando que o limão pode causar queimaduras se ficarem resíduos.

  • Máscara facial de gelatina

Essa é uma máscara excelente para realizar a retirada de cravos. Então, separe 15 ml de leite e 15g de gelatina. Misture tudo muito bem e depois leve ao micro-ondas por apenas 10 segundos.

Espere até que a temperatura fique agradável e aplique a mistura na pele, formando uma camada uniforme, e deixe secar. Depois de seca ela formará uma película, com textura semelhante ao plástico. Deixe agindo por 20 minutos e depois retire, puxando-a.

  • Máscara facial de pepino

Junte pepino, mel e azeite de oliva, que são excelentes para a hidratação da pele, visto que são ricos em vitamina E.

Então, corte o pepino em pequenos pedaços sem casca e misture com os outros ingredientes. Deixe essa mistura na geladeira por cerca de 30 minutos antes de aplicar para que fique geladinha.

Espalhe no rosto, deixe agindo por cerca de 20 minutos e depois enxague bem.

Pronto, agora você já sabe como fazer máscaras faciais incríveis para o seu dia de spa em casa. Para saber mais, clique aqui!

Qual o melhor adoçante

Quando chegamos na prateleira de adoçantes do supermercado, é possível ver uma grande variedade de opções, uma de cada tipo. Mas afinal, qual o melhor adoçante?

O fato é que temos produtos adoçantes usando diversas substâncias como base, tais como o aspartame, stévia, xilitol, manitol, sorbitol e muitos outros.

Por isso não é nada incomum ficar cheio de dúvidas e não saber qual o adoçante escolher para levar.

Afinal, qual o melhor adoçante?

Pois bem, a verdade é que mesmo atualmente os resultados de pesquisas e estudos ainda são um tanto obscuros a respeito das substâncias adoçantes.

Por isso, o mais indicado é sempre recomendar o uso de adoçantes naturais, como é o caso do manitol, stévia e sorbitol.

A sucralose, por sua vez, mesmo sendo artificial, também vem sendo bastante bem recomendada na comunidade científica. Isso acontece porque ela não deixa aquele gosto desagradável na boca como os demais.

Pois bem, para entender melhor cada tipo de adoçante e como ele funciona, vamos conhece-los melhor? Então veja:

  • Acessulfame K

Embora pareça contraditório, esse adoçante é um sal que deriva do potássio. Uma vantagem é que ele adoça cerca de 150 vezes mais do que o açúcar.

Como contra, esse tipo de adoçante não é indicado para pessoas portadoras de problemas renais ou outras doenças que ofereçam restrição ao consumo de potássio.

Por fim, vale ressaltar que ele não contém calorias!

  • Aspartame

Esse é um dos adoçantes mais usados em bebidas dietéticas, podendo adoçar até 200 vezes mais do que açúcar.

Embora ainda não seja confirmado, há a suspeita de um potencial cancerígeno no aspartame.

No caso do aspartame, cada 10 gotas do adoçante possuem cerca de 1,3 calorias. Já no caso do aspartame em pó é cerca de 4 calorias por grama.

  • Stévia ou esteviosídeo

Se a dúvida é sobre qual o melhor adoçante, aqueles de stévia estão no topo da lista. Esse adoçante é extraído de uma planta chamada Stevia rebaudiana.

Além disso, essa substância não possui qualquer tipo de contraindicação e ainda é atóxica.

A maior vantagem desse tipo de adoçante, além de ser natural, é que possui um poder de adoçar 300 vezes mais do que o açúcar. Além disso, é estável em altas temperaturas, o que permite que ele seja utilizado tanto em preparos que vão ao congelador, quanto nos que vão ao fogo.

Embora não possua calorias, o contra pode ser a presença de um sabor residual.

  • Frutose

A frutose pode ser extraída de frutas, do mel e até mesmo de alguns vegetais. Esse tipo de adoçante até pode ser consumido por pessoas diabéticas, desde que seja por recomendação médica.

Por outro lado, é pouco recomendado o seu uso em regime de emagrecimento, visto que produz uma quantidade de sacarose semelhante ao açúcar comum.

Esse tipo de adoçante é apenas 1,5 vezes mais poder de adoçar do que o açúcar, sendo vantajoso em relação ao açúcar por isso.

Embora não tenha limite para o consumo, o excesso no consumo de frutose pode ocasionar cáries e aumento dos triglicerídeos. Ele possui 4 calorias por grama.

  • Manitol

O manitol nada mais é do que um edulcorante natural que pode ser encontrado em uma grande variedade de vegetais, tais como a beterraba, o aipo e a cebola.

Ele possui o poder adoçante equivalente a 70% do poder do açúcar, mas não provoca cáries e outros problemas.

Além disso, existem depoimentos de que ele pode causar efeito laxativo quando consumido em maiores quantidades.

  • Sacarina

A sacarina é uma substância com poder adoçante até 3x maior do que o açúcar normal. O problema a respeito desse produto é que até o momento não existem pesquisas ou estudos a respeito da sua toxicidade.

A sacarina sódica apresenta quantidade de sódio em sua composição, fazendo com que se torne um fator de risco para hipertensos.

Mais do que isso, seu uso é contraindicado na gestação, visto que pode passar pela placenta e o feto não terá facilidade de excretá-la. Por isso, mostra alguma relação com dificuldade de crescimento do feto, bem como surgimento de tumores malignos.

  • Sorbitol

Com um poder adoçante 50% menor do que o açúcar, o sorbitol pode ser bem considerado na lista sobre qual o melhor adoçante. Isso porque ele é natural, extraído de algas marinhas e também de frutas.

Além disso, outro benefício é que ele é bem resistente a altas temperaturas, podendo ser utilizado na culinária.

Por outro lado, esse tipo de adoçante não é recomendado para pessoas cuja diabetes está sem controle e também para obesos. Mais do que isso, doses altas atuam como diurético, elevando a perda de cálcio do organismo.

  • Sucralose

Essa substância é feita a partir do açúcar e tem gosto de açúcar, mas o organismo não a reconhece dessa forma. Justamente por isso que ela não apresenta calorias.

Uma grande variedade de produtos diet e light usam esse tipo de adoçante, visto que ele é uma ótima alternativa para quem está buscando uma redução no consumo de açúcar.