Como diminuir os níveis de açúcar no sangue naturalmente?

A glicose é comumente definida como o açúcar que circula no sangue . Uma substância fundamental para o corpo humano , como a gasolina de um carro.

Isso fornece uma fonte primária de energia  para o desenvolvimento de atividades diárias normais, mas, com o tempo, o excesso de sangue pode causar sérios problemas de saúde, como diabetes .

Embora essa doença não seja mais curável, medidas podem ser tomadas para controlá-la e permanecer saudável.

O que é glicose?

A glicose é uma composição simples açúcar . É a principal fonte de energia necessária para garantir o bom funcionamento das células do corpo.

Elas precisam de energia para serem ativas, mantêm funções vitais como batimentos cardíacos, movimentos digestivos, respiração, além de manter a temperatura corporal entre outras.

Como naturalmente baixar os níveis de açúcar no sangue?

  • Se o que você procura é regular as doses de glicose do seu corpo, a melhor coisa a fazer é beber constantemente líquidos. Uma atividade que ajuda muito ao limpar o corpo através da urina.
  • Outra opção são  carboidratos complexos, são alimentos que reduzem o nível de glicose no sangue; portanto, o nível de insulina também será baixo. A isto devemos acrescentar que os altos e baixos da glicose não ocorrerão, isto é, que o nível de glicose no sangue sobe muito e depois também diminui muito rapidamente. Essa descida abrupta produz cansaço e fome.
  • Uma boa alternativa também é  substituir o açúcar  por outros açúcares alternativos mais saudáveis , como estévia, mel cru local, melaço, xarope de yacon ou xarope de bordo.
  • Outros dos melhores métodos são baseados no exercício, a realização de uma atividade física regula juntamente com um suplemento natural chamado GC99 regula os níveis de glicose no sangue porque o músculo usa a glicose como fonte de energia para se mover e, consequentemente, a quantidade de açúcar no corpo diminui sangue

Alimentos para baixar a glicose:

Por outro lado, veremos alguns alimentos que reduzem os níveis de açúcar no sangue e nos ajudam a manter um coração saudável e um apetite mais estável. Esses alimentos são:

Nozes

As nozes em geral são benéficas, mas nesse grupo as nozes se destacam. Estes são os únicos frutos secos com poderosos ácidos graxos ômega 3 em quantidades abundantes, que ajudam a reduzir o açúcar no sangue e a manter a insulina estável.

Canela

A canela é uma especiaria amplamente usada, há milhares de anos, tanto na gastronomia quanto em outras áreas. Está provado que ele pode dar uma boa contribuição ao tratamento farmacológico dos níveis de açúcar no sangue . A infusão disso consumida regularmente ajuda a melhorar a sensibilidade do corpo à insulina e, graças a isso, o corpo fica menos dependente desse hormônio.

Vinagre

Duas colheres de sopa de vinagre tomadas antes de cada refeição podem ajudar a diminuir o impacto do açúcar nos alimentos. Ele também mantém os alimentos no estômago por mais tempo, reduzindo muito os níveis de açúcar no sangue, bem como os desejos.

Abacate

O abacate é um dos melhores alimentos para reduzir o açúcar no sangue. Eles são ricos em ácidos graxos que, entre outras coisas, estabilizam os níveis de insulina e reduzem os níveis de açúcar.

Alho

O alho é conhecido como um antibiótico natural , não apenas por sua qualidade em reduzir o colesterol, mas por sua capacidade de reduzir o açúcar no sangue e aumentar a quantidade de insulina disponível para pessoas com diabetes.

Chia

Esta semente é muito útil para manter os níveis de açúcar no sangue estáveis. Isto é devido à fibra viscosa que ele contém, um componente que diminui a taxa de absorção de alimentos no intestino. Você pode introduzir o chia em sobremesas, iogurtes ou até no pão caseiro.

Como cuidar do cabelo no verão

O verão está chegando e com ele vêm também os danos causados pela maior exposição ao sol, praia, piscina, cloro e etc. Por isso, nada melhor do que saber bem como cuidar do cabelo no verão.

O fato é que quem gosta muito dessa época do ano, se encontra sempre em um grande dilema, que fica entre curtir muito o calor, o sol e todos os seus atrativos, ou cuidar dos cabelos para não danificá-los.

Agora o que você precisa saber é que você não precisa mais escolher, apenas tomar alguns cuidados para preservar a saúde dos fios e evitar danos.

Então, se você está mesmo interessada nesse assunto, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber. Vamos lá?!

Os perigos do verão nos cabelos

De uma forma geral, podemos dizer que o maior perigo que o verão traz para os cabelos é a maior exposição aos raios UVA e UVB, que destroem a fibra, estimulam a perda da queratina e ainda fazem com que os fios fiquem mais ressecados e desbotados.

Se a exposição for muita, até mesmo o couro cabeludo pode sofrer e começar a descamar.

O vento também pode ser um alívio nos dias mais quentes, mas pode fazer nós nos fios, aumentando a quebra.

Já o sal do mar atua abrindo as cutículas, deixando os fios mais sem brilho e endurecidos, além de retirar toda a água presente nas fibras capilares. O resultado é um cabelo com frizz, danificado e volumoso.

A areia com o sal e o vento também deixam os cabelos com ainda mais frizz e o cloro das piscinas resseca o cabelo, abre pontas duplas e pode deixar os loiros esverdeados.

Cuidados com o cabelo no verão

A primeira e principal dica é sempre proteger os fios e, para isso, o uso de um leave-in pode ser essencial, Hairpower é uma escolha maravilhosa.

Ele deve ser aplicado logo depois do banho e irá formar uma película de proteção no fio.

Os produtos em creme são indicados para quem tem cabelos secos enquanto os líquidos são para pessoas com cabelos oleosos.

Depois de entrar na água, o produto deve ser reaplicado, para reforçar a proteção que pode ter sido retirada.

Caso você não tenha um leave-in com filtro solar, opte pelo uso de óleos vegetais, tais como o de argan, de buriti, de gergelim, de manteiga de karité e outros.

Dito isso, veja outras dicas:

  • Sempre enxague os fios depois de sair do mar ou da piscina.
  • Se passar muitos dias na praia, use um shampoo antirresíduo ao menos uma vez por semana, para garantir a total retirada do sal e do cloro.
  • Nesse período, evite expor os cabelos a mais agressões, tais como secador, chapinha e outros.

Pronto, agora você já sabe como cuidar do cabelo no verão!

Dicas Para Tratar a Varizes

As varizes são problemas vasculares que causam um grande desconforto e geram uma enorme quantidade de queixas no mundo inteiro, especialmente pelas mulheres.

Uma curiosidade é que o primeiro registro que se tem das varizes é de uma estátua de mármore, feita 4 séculos antes de Cristo, encontrada em escavações de Atenas.

A imagem retrata um homem segurando uma perna de veias dilatadas e tortuosas, representando o agradecimento de um paciente após um tratamento de sucesso.

Depois de mais de dois milênios, as varizes ainda incomodam, especialmente o público feminino, visto que o problema acontece com 45% das mulheres.

Já nas pessoas com mais de 70 anos de idade, a ocorrência das varizes chega a 70% em algum grau.

Como tratar varizes

Falando de uma forma geral, o tratamento para varizes pode ser feito com diferentes técnicas, incluindo laser, espuma, glicose ou até mesmo cirurgia para os casos mais graves. Além desses tratamentos o varigold funciona muito bem para aliviar as dores causadas pelas varizes e reduzir o inchaço nas pernas.

Mais do que isso, o tratamento também envolve cuidados, como evitar passar muito tempo de pé ou sentado, a fim de não prejudicar a circulação. Dito isso, vamos conhecer os tratamentos para varizes:

  • Laser

Essa técnica também é chamada de escleroterapia e se mostra muito eficiente no tratamento de vasos pequenos ou médios, que surgem na boca, nariz, pernas ou tronco.

Comparado com outros tratamentos, o laser não causa muita dor e é um tratamento não invasivo que garante bons resultados.

  • Tratamento com espuma

Esse tratamento é conhecido como escleroterapia com espuma, sendo muito eficaz nas varizes pequenas, ou sejam é bastante indicado para micrivarizes e vasinhos pequenos.

A espuma é misturada com o gás carbônico em estadi líquido e ambos são aplicados diretamente nas varizes, fazendo com que a veia se feche.

O tratamento é definitivo e, logo após realizar esse procedimento, é indicado fazer uso de meias de compressão a fim de melhorar a circulação e evitar a chance de reaparecimento do problema.

  • Tratamentos naturais

Os comprimidos de castanha da índia podem ser ótimos no tratamento das varizes, visto que é uma planta medicinal que promove a melhora da circulação sanguínea. Por isso, ela pode ser uma ótima alternativa de tratamento complementar, desde que seja indicado por um médico.

Uma outra opção natural para tratar as varizes é usar fitoterápicos, tais como Antistax e Novarrutina, que têm substâncias capazes de aliviar o inchaço e as dores nas pernas varicosas.

Mais do que isso, ainda existem opções de remédios caseiros, como as compressas de couve e o suco de uva.

  • Cirurgia para varizes

Esse procedimento é indicado para os casos mais sérios, com varizes grossas, que causam coceira, dores, inchaço e outras complicações.

O processo é relativamente simples, mas a recuperação irá depender da quantidade e tamanho dos vasos retirados.

Como a Hiperplasia prostática benigna é tratada?

Em alguns casos, principalmente quando os sintomas são leves, a HBP não requer tratamento, basta fazer uma prevenção usando produtos naturais mesmo, e o curaprost funciona que é uma beleza para prevenir a hiperplasia prostática. No extremo oposto, alguns homens necessitam de intervenção imediata se não puderem urinar ou se houver danos no rim / bexiga. 

Quando o tratamento é necessário, muitos homens simplesmente precisam de medicação (ões) diariamente. Se isso não funcionar no tratamento completo dos sintomas ou se houver sinais de danos causados ​​pela HBP, o médico poderá recomendar uma cirurgia endoscópica minimamente invasiva (sem “cortes” no abdômen). Ou, em alguns casos, a cirurgia tradicional pode ser recomendada.

  • Tratamento medicamentoso: O FDA aprovou vários medicamentos para aliviar os sintomas mais comuns associados ao aumento da próstata, incluindo medicamentos que inibem a produção do hormônio DHT e medicamentos que relaxam o músculo liso da próstata e do pescoço. da bexiga para melhorar o fluxo de urina.

No que diz respeito à cirurgia, há muitos procedimentos para escolher, e a escolha depende em grande parte da anatomia da próstata e das preferências e treinamento do cirurgião. Todos esses procedimentos têm em comum a extensão do canal uretral na área onde ele passa pela próstata. Os procedimentos são os seguintes:

  • Resseção transuretral da próstata (TURP): O tratamento cirúrgico mais comum ou “padrão ouro” para a HBP, TURP, envolve a inserção de um instrumento chamado ressectoscópio pela uretra para remover o tecido que produz a obstrução (quase como remover a pedra de uma maçã), expandindo o canal.
  • Cirurgia a laser: quando o procedimento TURP é realizado com um laser, em vez da raspagem tradicional, os procedimentos são semelhantes, mas possuem outros nomes, dependendo do tipo de laser utilizado. Eles incluem ablação a laser Holmium (HoLAP), PVP ou laser de luz verde. O médico passa o feixe de laser através da uretra para a próstata e depois envia rajadas de energia para vaporizar o tecido que obstrui a próstata.
  • Incisão transuretral da próstata (TUIP): neste procedimento, o cirurgião alarga a uretra fazendo pequenas incisões na próstata e no colo da bexiga, onde se junta à uretra.
  • Termoterapia transuretral por microondas (TUMT): No TUMT, um dispositivo envia microondas controladas por computador através de um cateter para aquecer e destruir o excesso de tecido da próstata. TUMT não cura a HBP, mas reduz problemas urinários.
  • Ablação por agulha transuretral (TUNA): Essa abordagem minimamente invasiva fornece baixa energia de radio freqüência através de duas agulhas gêmeas para destruir o tecido da próstata e expandir o canal urinário, o que pode melhorar o fluxo urinário.
  • Tratamento com o sistema Uro Lift: este procedimento minimamente invasivo amplia a uretra, colocando pequenos implantes que mantêm a próstata aumentada fora do caminho, melhorando assim o fluxo de urina.
  • Ultra-som focalizado de alta intensidade: o uso de ondas de ultra-som para destruir o tecido da próstata é um novo e promissor campo de tratamento, que ainda está sendo submetido a ensaios clínicos nos Estados Unidos.
  • Cirurgia aberta: para próstatas muito grandes, a RTU e a cirurgia a laser podem ser ineficazes. Na cirurgia aberta, o cirurgião faz uma incisão externa e remove o tecido aumentado de dentro da glândula. A próstata inteira não é removida, mas a camada externa ou “cápsula” da próstata é deixada.
  • Enucleação da próstata a laser de hólmio (HoLEP): Esta é uma versão minimamente invasiva da cirurgia aberta tradicional, reservada para grandes próstatas. Nenhuma incisão é feita. É um tipo de procedimento especializado que atualmente é executado apenas em determinados centros selecionados nos Estados Unidos. O procedimento substitui a cirurgia aberta e requer um período mais curto com um cateter urinário.
  • Embolização da artéria da próstata: para este procedimento, um radiologista de intervenção insere um fio oco na artéria da perna e o guia para as artérias que suprem apenas a próstata. Em seguida, o radiologista injetará material para diminuir ou interromper o fluxo sanguíneo na próstata, o que pode causar a contração ou a amolecimento. Este procedimento é relativamente novo e pode não estar amplamente disponível; Para ser candidato a este exame, pode ser necessário participar de um estudo clínico.

Tratamentos Para Infecção da Próstata

Uma infecção recorrente da próstata é geralmente tratada com antibióticos. Esta infecção, também conhecida como prostatite bacteriana crônica, é causada por bactérias na próstata.

A infecção da próstata pode recorrer porque os antibióticos não podem se aprofundar o suficiente no tecido da próstata para destruir todas as bactérias. Ou é possível que o antibiótico original não tenha sido eficaz contra as bactérias específicas que causaram a infecção.

Muitas pessoas acaba tendo infecção na próstata por tem a próstata aumenta e não procura um médico, se você tem esse problema, procure um médico porque hoje já existe remedio para prostata aumentada que resolve o problema e prevenindo melhor sua próstata.

Para tratar uma infecção recorrente da próstata, pode ser necessário:

  • Tente um antibiótico diferente. Um tipo de antibiótico pode funcionar melhor que outro para sua infecção.
  • Tome antibióticos por mais tempo. Pode ser necessário tomá-los por seis semanas ou mais.
  • Use medicamentos adicionais para ajudar a aliviar sintomas irritantes. Por exemplo, medicamentos conhecidos como bloqueadores alfa podem aliviar sintomas urinários e medicamentos anti-inflamatórios como o ibuprofeno (Advil, Motrin IB, outros) ou naproxeno de sódio (Aleve) podem aliviar a dor.

Se você receber antibióticos prescritos, tome-os exatamente como indicado, mesmo que comece a se sentir melhor. Ignorar doses ou não tomar antibióticos pode interferir na sua capacidade de matar bactérias completamente.

Se você tiver infecções recorrentes da próstata que não melhoram com o tratamento, visite um médico especializado em saúde reprodutiva e urinária masculina (urologista). Pode ser necessário remover o líquido da próstata para determinar qual é a bactéria que está causando o problema e o antibiótico que provavelmente funciona melhor. Você também pode ter uma forma de prostatite que não é causada por bactérias.

Você pode precisar de uma tomografia computadorizada ou de um procedimento usado para observar o interior da bexiga e da uretra (cistoscopia) para procurar outras causas para seus sintomas. Um urologista pode procurar qualquer problema não aparente, como um bloqueio, que possa tornar o tratamento ineficaz ou torná-lo mais vulnerável a infecções.

Como emagrecer fácil sem passar fome

Existem duas maneiras de perder peso : sofrendo ou se divertindo. Qual delas você vai escolher?

Você pode optar por passar fome todo dia e assim ficar sem pique, energia e disposição para realizar suas tarefas diárias, ou pode se divertir e perder esses kilos sem perceber.

Com certeza,você deve ser uma pessoa inteligente e portanto deve escolher a opção 2, ou seja, emagrecer sem sofrer, se divertindo e rapidamente!

Legal, bem feito. Bem, se você não sabe como fazê-lo, cuidado, aqui estão oito dicas que resolverão sua vida.

1) Aposte no natural

Existe uma crença na dieta , e não por essa razão falsa, de que você deve se queimar: o alimento real é o que não é embalado . São frutas, legumes, cereais, nozes, legumes … todos os alimentos integrais .

Além de serem muito saudáveis, eles ajudarão você a perder peso, porque são muito ricos em fibras solúveis, o que diminui o esvaziamento do estômago e estabiliza os níveis de açúcar no sangue, detalha ‘Prevenção’. Seu trânsito intestinal também melhorará graças aos probióticos que contêm esses alimentos.

Embora, desde o berço, eles tenham ensinado a você que você deve fazer apenas três refeições por dia, esqueça. Idealmente, faça seis do mesmo conteúdo calórico cada

2) Aposte no picante

Numerosos estudos relacionam o consumo de condimentos com a perda de peso, pois a digestão acelera o processo de queima de calorias. É tudo devido à capsaicina que esses alimentos contêm, ela também pode ser encontrada em produtos para emagrecer, o Cuperine Funciona porque tem bastante deste composto.

É um componente ativo que diminui os lipídios do corpo através de um mecanismo que motiva a morte de células adiposas imaturas.

Foi demonstrado que o consumo de condimentos aumenta a atividade metabólica em cerca de 20%, que é mantida nessa taxa por não menos de 30 minutos, nos quais o corpo queima gordura sem mover um dedo.

Uma boa idéia seria consumir pimentão picante . Uma pesquisa recente realizada na Escola de Farmácia da Universidade de Wyoming (Estados Unidos) mostrou que esse alimento pode nos ajudar a queimar gordura sem fazer dieta.

3) Não pare de comer

Embora, desde o berço, eles tenham ensinado que você deve fazer apenas três refeições diárias (café da manhã, almoço e jantar), você deve esquecê-lo.

Os nutricionistas que apontam que o ideal é fazer seis refeições com igual teor calórico cada (300-400 calorias) já são contadas por dezenas . Isso fará com que seu estômago esteja sempre cheio e funcionando, o que, além de acelerar seu metabolismo, reduzirá completamente sua fome.

Além disso, você evitará morder produtos hipercalóricos e nada saudável. “Depois de três horas sem comer, os níveis de açúcar no sangue começam a cair. Após quatro horas, seu corpo já digeriu tudo o que você comeu e, depois de passar a marca de cinco horas, seus níveis de açúcar no sangue aumentam. sangue cai e é aí que você come qualquer coisa que tem em mãos “, diz a nutricionista Amy Jamieson-Petonic no ‘ WebMD ‘.

4) Modifique seu treinamento

Reconheça: você não está mais motivado a correr ou terminar sua mesa de ginástica. Isso faz com que seu entusiasmo diminua e você se surpreende todos os dias com a imaginação que você lança no momento de inventar desculpas para ficar em casa, brincando no sofá.

Bem, há uma solução que você certamente pensou: mudar o treinamento. Inscreva-se em uma piscina coberta, boxe, tai-chi ….

Mais uma vez, você recuperará seu desejo e motivação . E, quem sabe, em poucos meses você praticará esse esporte que o aborrece tanto agora.

5) Beba água fria

Numerosas investigações relacionam a perda de peso ao consumo de água, conforme publicado pela American Chemical Society . Obviamente, sempre deve estar muito frio para exercer um certo efeito de queima de gordura no consumidor.

Além de perder peso , esse líquido congelado ajudará você a se sentir saciado. De fato, os especialistas recomendam beber dois copos grandes de água antes de cada refeição.

Esse hábito simples não apenas fará você se sentir mais cheio e reduzirá as calorias que consumir, mas também ajudará a evitar compulsões alimentares e aumenta seu metabolismo, fazendo com que você queime mais calorias.

Métodos Naturais Para Aumentar o Pênis

Aumento natural do pênis – Se um pênis pequeno causa um problema de sexo com a mulher sonhada, o homem provavelmente começará a se perguntar o que fazer. Ele não pode permitir que seu relacionamento fracasse por causa disso. Mas existe a possibilidade de aumentar o pênis? Parece que existem muitos métodos, mas o homem deve fazer sua própria escolha, pois esse é um assunto individual e, acima de tudo, um assunto íntimo, e, portanto, o homem deve decidir por si mesmo.

Aumento natural do pênis – O exercício é o método número um

É sabido que existem exercícios para aumentar e engrossar o pênis . No entanto, este é um processo muito demorado e requer não apenas esforço, mas também paciência.

É muito fácil encontrar exercícios diferentes para esse problema, porque existem muitos deles. Isso deve ser feito principalmente regularmente e, em seguida, exatamente da maneira recomendada, porque, no caso oposto, os resultados não serão visíveis.

Se você ainda quiser fazer algo a respeito, escolha um método natural de aumento do pênis. Isso é mais seguro. Mas lembre-se de que não será fácil.

Exige muita paciência, muita perseverança e você não deve esperar que, eventualmente, obtenha uma amostra de um pênis. Fique feliz com esses poucos centímetros extras.

Bombas de vácuo e água

Muitos homens estão insatisfeitos com o comprimento e / ou largura do pênis. Seu pênis pode ser aumentado por cirurgia, mas estes geralmente são dolorosos e caros. É por isso que uma ampliação natural do pênis é a solução para todos os homens que querem um pau maior.

Tais dispositivos existem, como bombas de vácuo e água . Isso deve ser usado de acordo com as instruções do fabricante para aumentar o pênis .

Provavelmente não é uma sensação agradável e você também deve usá-la por um longo período de tempo. Tal dispositivo pode até tornar o pênis mais grosso.

Para o resultado ser muito satisfatório é recomendado usar a bomba juntamente com o gel V8 Big Size, que é um gel dilatador que ajuda a aumentar o pênis, mas cabe ao homem decidir se vale a pena escolher esse método. Obviamente, ele teria que comprar uma bomba primeiro e estes não são equipamentos baratos, mas o dinheiro não é importante nessa situação.

As bombas de vácuo têm um mecanismo de ação diferente em comparação às bombas de água. O uso de ambos os dispositivos será visível em qualquer caso.

3. Expansores para alongar o pênis

Outra possibilidade são os chamados expansores . Este é um dispositivo profissional que deve garantir os mesmos resultados. Deve ser usado para uma ampliação passo a passo do pênis. O método consiste em esticar o pênis .

Também pode aumentar o tamanho do pênis . O expansor não parece convidativo e pode até assustar alguns homens, mas você não precisa se preocupar ou ter medo.

Na verdade, só parece assustador. De qualquer forma, é uma solução melhor que um procedimento cirúrgico, porque esses métodos também existem.

4. Ampliação do pênis por cirurgia

Um cirurgião também pode realizar um tratamento que causará um aumento do pênis .

No entanto, deve-se ter em mente que isso não será realmente agradável . Após o tratamento, o homem terá que voltar a si e descansar muito, podendo também surgir complicações .

O método geralmente é eficaz, mas é arriscado. Homens que realmente não vêem outra saída geralmente escolhem esta solução.

5. Comprimidos naturais para aumentar o pênis

Troca de pênis com pílulas de aumento de pênis . Isso é visto como a maneira mais fácil e segura de derramar seu pênis.

Embora existam métodos naturais para aumentar o pênis, os comprimidos, chamados de suplementos nutricionais, contêm ingredientes naturais, como extratos de ervas.

Essas pílulas de pênis também provam ser uma boa solução e parece que isso pode ser considerado como um método natural. Muitos homens preferem tomar pílulas, porque esta é uma solução agradável, segura e eficaz.

Dicas Para Deixar a Próstata Saudável

A próstata, está localizada logo abaixo da bexiga, ao redor do trato urinário que drena a urina da bexiga.

É esse local que é a fonte dos problemas, porque a próstata tende a crescer com a idade, o que causa pressão no trato urinário e dificulta a micção. Geralmente, isso se manifesta por um fluxo escasso de urina e pela necessidade de visitas mais freqüentes ao banheiro, também à noite.

Esta é uma condição muito comum para homens acima de 50 anos; aos 60 anos ocorre pela metade e aos 80 anos já em 90% dos homens. No entanto, deve-se enfatizar que a hiperplasia da próstata não significa câncer de próstata e nem aumenta o risco dessa doença. Alguns sintomas são semelhantes (aumento da próstata, aumento do PSA), mas suas causas são completamente diferentes.

Os sintomas mais comuns são: necessidade de urinar com mais frequência, também à noite, dificuldade em iniciar ou terminar a micção (micção), fluxo intermitente de urina, sensação de bexiga vazia, infecções recorrentes da bexiga.

Parece que o principal culpado são as alterações hormonais em homens maduros, principalmente uma diminuição nos níveis de testosterona e um aumento na concentração de estrogênio (o chamado hormônio sexual feminino) no sangue.

Diagnosticar esta doença não é particularmente difícil. 

O método mais simples é um exame médico por reto: o médico consegue sentir com um dedo enluvado o tamanho da próstata pressionando levemente a parede do reto. 

Outro método são os exames de sangue para PSA, embora eles geralmente produzam um resultado positivo desnecessariamente alarmante na ausência de um problema real. A medição do nível de PSA é apenas um teste auxiliar e não prejudica o processo do câncer ou o aumento da próstata.

O médico também pode solicitar um ultra-som preciso da próstata. Em todos esses estudos, é importante repeti-los em sua próxima visita (de preferência ao mesmo médico), o que permite observar a velocidade das alterações na próstata. Muitas vezes acontece, em um crescimento excessivo, que as doenças aparecem temporariamente e não aumentam.

O tratamento utilizado dependerá da idade do paciente, da gravidade dos sintomas e dos resultados de outros exames, incluindo sangue e urina.Com hiperplasia prostática benigna, geralmente é recomendado modificar apenas a dieta e fazer o uso do suplemento natural chamado aliviprost que ajuda a tratar e prevenir várias doenças da próstata.

É somente com sintomas graves que medicamentos de farmácia podem ser considerados e com sua ineficácia – tratamento invasivo (cirúrgico).

Pequenas mudanças no estilo de vida:

  • Não pare de urinar.
  • Evite café e álcool, especialmente depois do jantar. Tente não beber 2 horas antes de dormir.
  • Beba líquidos em porções menores ao longo do dia.
  • Evite remédios para tosse e anti-histamínicos, pois eles podem piorar seus sintomas.
  • Faça exercícios para os músculos Kegel que fortalecem a bexiga.
  • Aprenda exercícios de redução de estresse; desfrute de caminhadas diárias.

Com hiperplasia prostática benigna, os médicos geralmente recomendam o uso inicial de medicamentos fitoterápicos ou suplementos alimentares que contenham ingredientes com efeitos clínicos comprovados. 

O beta-sitosterol, encontrado, por exemplo, em sementes de abóbora, em uma dose de aproximadamente 60 a 160 mg por dia, melhora o esvaziamento e a micção da bexiga.

A medicina herbal alemã baseada em uma mistura de dois extratos vegetais: PRO 160/120, contendo 160 mg de extrato de palmeira e 120 mg de extrato de raiz de urtiga, tem eficácia clínica comprovada. 

Em 2014, uma avaliação de revisão de 4 estudos clínicos desta preparação foi publicada, em comparação com os ensaios de controle. Verificou-se que a frequência de micção noturna foi reduzida pela metade em comparação com o grupo placebo. Ao mesmo tempo, eficácia semelhante à tamsulosina e finasterida foi confirmada após 6 meses de uso.

Remédios para aliviar a dor de artrite

A artrite assim como outros tipos de dores articulares afeta um número grande de pessoas pelo mundo e a cada ano este número aumenta, problemas de dores articulares geram muita dor, desconforto e piora de vida para quem é afetado.

Mas não há porque ficar sofrendo sem fazer nada para tentar eliminar ou pelo menos diminuir este tipo de dor e problema de saúde, existem atitudes que podem ser feitas no dia a dia e também receitas caseiras e produtos naturais que ajudam bastante.

Um produto natural que foi testado e comprovado que é eficiente para tratar o problema e eliminar as dores é o Flex Caps, suplemento 100% natural, sem contra indicações e que faz efeito em pouquíssimo tempo, trazendo alívio para quem está tomando.

Confira outras dicas para eliminar a dor e desconforto:

1. Coma alimentos com baixos alergênicos

As alergias alimentares podem desempenhar um papel importante em doenças autoimunes, como a artrite reumatóide. Pesquisadores da Universidade de Oslo, na Noruega, descobriram que pessoas com doenças auto-imunes tinham níveis mais altos de anticorpos com leite de vaca, ovos, bacalhau e carne de porco contra pessoas que não tinham a doença.

Em um estudo, pessoas com artrite reumatóide que seguiram uma dieta em que eliminaram alimentos comuns associados a alergias, como grãos (especialmente produtos contendo glúten de trigo), nozes, leite e ovos, após um período de 10 a 18 dias tiveram uma melhora significativa nos sintomas.

Quando eles começaram a comer esses alimentos novamente, eles se sentiram piores. Outros estudos descobriram que milho, trigo, laranja, aveia, centeio, ovos, carne e café também podem ser alimentos problemáticos, porque muitos desses alimentos ajudam a produzir ácido araquidônico, um produto químico em nosso organismo. inflamação

2. Aumente o volume

Ouvir sua música favorita pode aliviar a dor (geralmente porque aumenta os níveis de hormônios que reduzem sua sensibilidade à dor). Em um estudo da Cleveland Clinic Foundation realizado com pessoas com dores persistentes nas costas, pescoço ou articulações, um grupo recebeu uma lista de reprodução de músicas relaxantes, enquanto um segundo grupo escolheu sua própria trilha sonora, e um terceiro não foi prescrito com nenhuma música.

Os dois grupos que ouviram música apresentaram taxas mais baixas de dor na artrite, depressão e incapacidade em comparação ao grupo sem música, que experimentou aumento da dor. O estudo também indicou que o tipo de música que você ouve não importa, desde que você goste.

As pessoas que escolheram suas próprias melodias experimentaram uma redução maior na dor, depressão e incapacidade do que aquelas que ouviram música relaxante genérica.

3. Adeus aos sapatos

Andar naturalmente reduz a carga sobre as articulações do joelho, minimizando a dor e a incapacidade causadas pela osteoartrite em 12% em comparação com o caminhar com sapatos, de acordo com um estudo do Rush University Medical Center 75 pessoas com osteoartrite.

Quando você precisar usar sapatos, procure aqueles que pretendam imitar o contorno natural do calcanhar e do arco e evitar os calcanhares, pois eles apenas geram mais pressão nas articulações. Sapatos ortopédicos também podem ser outra boa opção.

4. Opte por comida picante

Especiarias como pimenta caiena, gengibre e açafrão contêm compostos que reduzem a inflamação e bloqueiam substâncias químicas no cérebro que transmitem sinais de dor . Coma algumas receitas mexicanas, indianas e tailandesas (ou sempre mantenha uma garrafa de molho quente sobre a mesa!)

5. Aumente sua ingestão de cálcio

Tomar muito pouco cálcio aumenta o risco de osteoporose, uma doença na qual os ossos se tornam quebradiços e acelera se você tiver artrite reumatóide.

Todas as mulheres devem consumir cerca de 1.200 miligramas de cálcio por dia após os 50 anos. Os produtos lácteos são a fonte mais famosa de cálcio, mas os alimentos cozidos à base de leite também podem ser uma fonte muito boa (um biscoito grande pode conter até 12% da ingestão diária recomendada de cálcio).

O cálcio também é encontrado em vegetais como couve-flor, couve, couve de Bruxelas, couve, brócolis e nabo. Esses alimentos têm menos cálcio que os produtos lácteos, mas contêm-no de uma maneira que o corpo pode absorver com muito mais facilidade.

6. Tomar sol
Muitas pessoas com artrite têm uma deficiência de vitamina D, que desempenha um papel importante na produção de colágeno nas articulações.

Estudos descobriram que a geração de mais vitamina D pode proteger as articulações dos danos causados ​​pela osteoartrite. Para aumentar seus níveis de vitamina D, simplesmente tome banho de sol por 10 a 15 minutos, duas ou três vezes por semana.

Isso é tudo o que seu corpo precisa para aumentar a vitamina D necessária. Os laticínios também são uma ótima fonte dessa vitamina.

Como ter um cabelo sem Frizz

Você tem uma massa incontrolável e incontrolável de cabelos secos e crespos que lhe dá um dia ruim de cabelo todos os dias da semana?

Continue lendo, pois damos nossas melhores dicas sobre como se livrar dos cabelos encaracolados usando apenas ingredientes naturais:

Vinagre

Pode não ter um cheiro tão bom, mas o vinagre é uma maneira boa e natural de tratar cabelos macios.

Basta adicionar 1 colher de sopa de vinagre de maçã a um copo de água e massagear seus cabelos e couro cabeludo; Condicionará o cabelo, adicionará brilho e ajudará a remover a caspa também. Enxágüe bem após 5-10 minutos! Faça uma ou duas vezes por semana e veja resultados maravilhosos.

Ovos

Se você está procurando soluções sobre como se livrar de cabelos esponjosos, não procure mais do que sua cozinha. Para nutrir e devolver o brilho aos cabelos, bata um ovo em um pouco de água morna e aplique nos cabelos, massageie suavemente. Lave com água morna e não quente, ou você vai acabar com uma omelete na cabeça! Não há necessidade de shampoo.

Máscara de Abacate

Esmague um abacate maduro e misture com duas colheres de sopa de óleo de coco para fazer uma pasta (use o liquidificador) e aplique nos cabelos como uma máscara de 20 a 30 minutos, depois com shampoo e condicionador.

Use-o uma ou duas vezes por semana e condicione naturalmente o cabelo, nutra, ajude a prevenir a secura, a combater o frizz e a dividir as pontas.

Lize Hair

O Lize Hair funciona que é uma maravilha para para tirar o frizz dos cabelos, se você tiver condições, vale a pena comprar e usar.

Máscara de cabelo com banana

As bananas podem fazer um trabalho maravilhoso, condicionando e nutrindo o cabelo, aliviando a secura e combatendo o frizz.

Aqui está como se livrar dos cabelos esponjosos com esta máscara capilar de banana natural:

Coloque uma banana madura, duas colheres de sopa de azeite e uma colher de mel no liquidificador e pressione o botão. Aplique essa mistura nos bloqueios por 20 a 30 minutos, depois shampoo e condicione. Diga adeus ao cabelo cacheado seco!

Não lave com muita frequência

Todo mundo gosta de ter uma cabeça limpa, mas o shampoo todos os dias pode secar toda a umidade natural do cabelo , deixando-o seco e encaracolado. Tente lavar a cada dois ou três dias e experimente alguns shampoos mais macios para ver se isso faz diferença.

Não secar muito tempo com calor

O secador que seca o cabelo por muito tempo seca todos os óleos naturais do cabelo e faz com que os fios diminuam, portanto reduza o tempo de secagem ao mínimo. Além disso, tente usar uma configuração legal no secador de cabelo, isso será menos prejudicial para os cabelos e também ajudará a livrar-se dos cabelos esponjosos.

Escove o cabelo da maneira certa

Quanto mais seco seu cabelo, mais fácil ele quebra, mais rápido fica macio, muita escovação (principalmente a áspera e a violenta) não fará o frizz desaparecer, apenas piorará. Evite escovar o cabelo quando estiver molhado, pois ele é mais frágil quando molhado. Além disso, se você quiser saber como se livrar dos cabelos encaracolados, não use movimentos bruscos. Se você secar as mechas com uma toalha, para evitar que se quebrem.